Apodi RN

Loading...

sexta-feira, 14 de outubro de 2011

Fotos antigas da Cidade do Natal, capital do Rio Grande do Norte.


Clique nas fotos e veja em slides.
foto

Praia da Redinha

Praia da Redinha, meados do século XX.
Acervo do Memorial Câmara Cascudo
Enviada por Daliana Cascudo
Legenda: Daliana Cascudo com colaboração de Jeanne Nesi


foto



foto



foto



foto


foto

Hospital Miguel Couto

Fundado em 5 de fevereiro de 1955, é denominado incialmente de "Hospital Miguel Couto".
Em 1960,  passa a denominar-se "Hospital das Clínicas" e a partir de 1984, "Hospital Universitário Onofre Lopes".
foto

Salesiano

Frente do Colégio Salesiano São José, na Ribeira.
Foto de Grevy (sem data).
foto


foto

Praça Augusto Severo


foto

Praça Augusto Severo II

Na foto, vê-se o Politeama, primeiro cinema de Natal, que pertenceu a Petronilo Gomes de Paiva. Era um prédio amplo com dois salões: um de entrada e outro de bilhar, com decoração luxuosa, tendo espelhos de cristal. Atrás do primeiro salão ficava uma área descoberta onde ficavam plantas e mesinhas, podendo os espectadores assistirem filmes tomando sorvete e chocolate. Por trás, ficava o salão de projeção com camarotes especiais para o governador e demais autoridades. O Politeama foi inaugurado no dia 8 de dezembro de 1912 com banda de música, servindo-se bebidas e com a primeira sessão gratuita.
foto

Mercado Público - Av. Rio Branco

Mercado Público - Av. Rio Branco
Acervo Joaquim Victor de Hollanda
Enviada por Helenita Monte de Hollanda
foto

Avenida Circular

Avenida Circular, bifurcação com a Av. Pres. Café Filho, próximo a Praia do Forte. Foto de Grevy, meados do século XX.
Acervo do Memorial Câmara Cascudo
Enviada por Daliana Cascudo
Legenda: Daliana Cascudo com colaboração de Jeanne Nesi
foto

Edifício Campelo, na Ribeira

Edifício Campelo, Av. Duque de Caxias, Ribeira, meados do século XX.
Acervo do Memorial Câmara Cascudo
Enviada por Daliana Cascudo
Legenda: Daliana Cascudo com colaboração de Jeanne Nesi
foto

Av. Ulisses Caldas - II

Prefeitura Municipal de Natal na Av. Ulisses Caldas, em dia de solenidade cívica, no início do século XX. Este prédio foi inaugurado em 7 de setembro de 1922 por ocasião dos festejos comemorativos ao centenário da independência do Brasil, tendo sido projetado pelo arquiteto italiano Miguel Micussi, em estilo eclético.
Acervo do Memorial Câmara Cascudo
Enviada por Daliana Cascudo
Legenda: Daliana Cascudo com colaboração de Jeanne Nesi
foto

Ruínas da capela do Forte dos Reis Magos

Foto provavelmente da década de 50. O Forte dos Reis Magos, 1a. obra arquitetônica do RN, foi iniciada em 6 de janeiro de 1598 e concluída em 1630 (partes internas). Segundo documentos históricos, a capela vista em ruínas na foto foi concluída em 1622, sendo citada pelos holandeses em 1633 e aparecendo retratada em quadro de Frans Post, na obra *Barlaeus*, de 1647. A partir da década de 60, não mais existe.
Foto de L. Alves de Mello
Acervo do Memorial Câmara Cascudo
Enviada por Daliana Cascudo
Legenda: Daliana Cascudo com colaboração de Jeanne Nesi
foto

Monumento a D. Pedro II

Monumento a D. Pedro II na atual Praça João Tibúrcio. A foto é da solenidade de inauguração do busto de D. Pedro II, patrono da praça, que então levava seu nome, e ocorreu no dia do seu centenário, 2 de dezembro de 1925. Na foto aparece o Major Honorário João da Fonseca Varella, veterano da Guerra do Paraguai.
Acervo do Memorial Câmara Cascudo
Enviada por Daliana Cascudo
Legenda: Daliana Cascudo com colaboração de Jeanne Nesi
foto

Igreja Matriz Nossa Senhora da Apresentação

Igreja Matriz Nossa Senhora da Apresentação em meados do século XX. Localizada na Praça André de Albuquerque, foi a 1a. Igreja de Natal tendo sua construção iniciada por ocasião da fundação da cidade (1599). Constituída inicialmente apenas da capela mor, passou por sucessivas ampliações, sendo concluída em 1862, quando da edificação da sua torre. A partir do final do século XIX sofreu modificações e acréscimos na sua arquitetura original, adquirindo feições neoclássicas vistas na foto. Em 1995, passou por uma cuidadosa restauração que lhe devolveu as características coloniais de origem.
Acervo do Memorial Câmara Cascudo
Enviada por Daliana Cascudo
Legenda: Daliana Cascudo com colaboração de Jeanne Nesi
foto

Igreja de Bom Jesus das Dores

Foto de 1924 mostrando a Praça Leão XIII, na Ribeira, na qual se vê a Igreja de Bom Jesus das Dores. Construída na primeira metade do século XVIII, foi a quarta igreja erigida em Natal. Era a Matriz da Ribeira até meados da década de 1970. Nota-se ainda o coreto, demolido depois "em nome do progresso"
foto

Avenida Tavares de Lira

Era um local residencial, no qual se encontrava o famoso Café Cova da Onça, ponto de reunião e palestra dos políticos nas primeiras décadas do século XX. Daí dizer-se que “conversa foi quem fechou o Cova da Onça”. Ali se realizavam carnavais e comícios políticos mais importantes e, por isso mesmo, foi palco de sangrentos tiroteios. Em um deles, em 1930, morreu o jovem Indaleto de Freitas. Ao fundo, vê-se o obelisco comemorativo à abertura da avenida.
foto

Avenida Tavares de Lira (2)

Outro ângulo da Avenida Tavares de Lira, no bairro da Ribeira, no qual se vêem os trilhos e os bondes elétricos que substituíram os puxados por burros.
foto

Rua Dr. Barata

A Rua Dr. Barata era o mais importante centro de negócios do bairro da Ribeira no início do século XX. Na foto, vemos a Livraria Cosmopolita, de propriedade de Fortunato Aranha, a mais completa da época. Ao lado, o Armarinho de D. Letícia Cerqueira, onde se vendia o que havia de mais fino em modas em Natal. Pode-se dizer que foi a primeira boutique da cidade, onde as elegantes senhoras da época faziam parada obrigatória.
Acervo do Arquivo Público do Estado do Rio Grande do Norte.
Pagina de origem: http://www.flickr.com/photos/memoriaviva/sets/72157594171973894/with/171331417/

Nenhum comentário: