Apodi RN

Loading...

quarta-feira, 31 de agosto de 2011

Atenção Estudantes Universitários! Por Kelly Regina


Amanhã às 09:00 horas da manha na Câmara Municipal de Apodi acontecerá reunião da classe estudantil com os vereadores, por isso se faz necessária a presenta de todos, para juntos chegarmos a um consenso.

Recapitulando, já se faz mais de uma semana que o ônibus Apodi-Caraúbas destino UFERSA está paralisado e imaginando que as coisas não poderiam se tornarem piores, acabo de tomar conhecimento do valor da mensalidade para o uso do transporte que é de R$ 45,00, quase o mesmo valor pago por aqueles que fazem a rota Apodi-Mossoró (R$ 50,00), só com uma diferença, o percurso feito para Caraúbas é muito menor do que o outro.

Vamos esclarecer essas e algumas outras anomalias que acontecem com a desprezada classe universitária de Apodi.
Pagina de origem: http://apodibaixodopano.blogspot.com/2011/08/leia-atencao-estudantes-universitarios.html

terça-feira, 30 de agosto de 2011

POR UMA GERAÇÃO RENOVADORA NA POLÍTICA: A JUVENTUDE DESSE PAÍS É A MOLA MESTRA PARA UMA POSSÍVEL MUDANÇA.


     Parece uma dobra temporal, você abre o jornal para ler e se depara com noticias sobre roubalheiras e políticos fazendo uso de forma errada do dinheiro do povo. A verdadeira baixaria vem de cima. Os nossos representantes são os mesmos velhos errantes e espertalhões de anos atrás. Mas agora chegou a hora de mudar.

Vamos convocar a juventude para participar de forma mais efetiva e decisiva na nossa política. Uma nova geração se faz necessária para manter um direito que nos foi tão árduo de alcançar: o voto. A participação do jovem na política é de extrema importância e não só para escolher, mas para servir de opção para uma população carente e abandonada de novos ideais.

A juventude nunca esteve tão preparada para mudar o mundo. Hoje você encontra jovens extraordinários em todos os setores e áreas do conhecimento. Existe uma necessidade de renovação na política nacional. Justificamos dizendo que o jovem, mesmo carecendo às vezes de maturidade, transborda energia e novas ideias para mudar as condições de seu próximo. 

Foram os jovens quem mudaram a história desse país na época do regime militar e quando foi preciso destituir um presidente e por melhores condições de vida e ensino em diversas partes do globo.

Os protagonistas de um mundo vitorioso e mais justo, nós sabemos que são: os jovens. Mas para isso precisamos transformar nossos potenciais em práticas.

Jovens de todo o país, uni-vos. Lutem por dias melhores e chega de opressão e escravidão, seja ela física ou intelectual. Vamos mostrar que temos força para construir um futuro melhor e que os jovens das próximas gerações tenham orgulho daqueles que os antecederam.

   Se ao final desse texto, você se sentiu um jovem capaz de mudar o mundo, espalhe essa mensagem simples e clara. Nosso objetivo é despertar um gigante cheio de sonhos e potenciais dentro de cada um de vocês. Jovens de todo o mundo, uni-vos.(Bruno Coriolano)


Pagina de origem: http://mochileiro-das-galaxias.blogspot.com/2011/08/por-uma-geracao-renovadora-na-politica.html

Curiosidades Históricas dos anos de 1717 até 1733


Ano de 1717 - Edmund Halley inventa o sino de mergulho.

Ano de 1718  - Samuel Johnson publicou o primeiro dicionário de inglês autorizado. Café originado da Arábia é plantado no Brasil. Edward Scarlett, um oftalmologista de Londres, criou as hastes (braços) dos óculos para mantê-los nas orelhas. Franz Anton Ketterer inventa o relógio cuco (cuckoo clock).

Ano de 1719  - Daniel Defoe publica o livro"Robinson Crusoe".

Ano de 1724 - Gabriel Fahrenheit inventa o primeiro termômetro de mercúrio.

Ano de 1729 - O livro Principia de Newton é traduzido do Latin para o Inglês.

Ano de 1733 - Chester M. Hall inventa a lente acromática. John Kay, inventor inglês, cria a máquina textil.

Pagina de origem: http://www.sitedecuriosidades.com/ver/curiosidades_historicas_dos_anos_de_1717_ate_1733.html

segunda-feira, 29 de agosto de 2011

Legião Urbana: um grito de liberdade. Prof. BRUNO CORIOLANO


Eles mudaram os rumos da música brasileira na década de 1980. No país, um verdadeiro regime militar onde manifestar desejos e pensamentos próprios eram verdadeiras armas de destruição em massa. Na cabeça da juventude; a vontade de mudar um mundo. É exatamente nesse contexto que surge a estrela do nosso artigo: a banda de rock brasiliense legião Urbana. Esse grupo arrastaria verdadeiras multidões e bateria verdadeiros recordes de venda de discos.
Banda com doze álbuns lançados e que teve fim com a morte prematura do líder, Renato Manfredini Junior, Renato Russo, a Legião Urbana surge depois da extinção da banda de punk rock formada por Renato e os irmãos Fê e Flavio Lemos (capital inicial).
Renato tinha tudo para seguir uma vida normal e ser apenas mais um, mas a vontade de sair gritando aos quatro cantos que o mundo que vira não era o mesmo que gostaria de viver, o fez criar uma banda na tentativa de expressar seus pensamentos e até medos em relação à vida.
A Legião foi a voz que ecoou rápido pelo Brasil, ainda em formação democrática e país aterrorizado pelo fantasma da censura. Nas primeiras letras, a banda trazia muita influência do punk inglês e muitas mensagens politizadas, formula que ganhou a atenção dos jovens sedentos por dias melhores. É desse disco (legião urbana 1981) o primeiro passo na criação de um vasto repertório musical que atravessaria gerações com músicas como “será”, “ainda é cedo”, “geração Coca-cola” e “por enquanto” considerada por muitos como a melhor música para o encerramento de um disco. No ano de 1986 é a vez do álbum intitulado “dois”. Nele o hino da eterna juventude, “tempo perdido” e a história de “Eduardo e Mônica”.
No ano de 1987, as músicas como “que país é este?” “faroeste caboclo” e “química” puderam finalmente ser gravadas. Esse disco traz músicas com muita simbologia e denuncias do submundo do crime. Não é um álbum ruim, mas não mostra o que a banda tem de melhor.Diferentemente do disco anterior, “as quatro estações” de 1989, vem recheado de canções que entraram para a história do rock brasileiro. Músicas como “pais e filhos”, “meninos em meninas”, “monte Castelo”, “há tempos” entre outras, agora são tocadas por apenas Renato Russo, Dado Villa-Lobos e Marcelo Bonfá, pois o baixista Renato Rocha acaba deixando a banda depois de problemas com os outros membros.
Alguns anos afastada dos estúdios, a legião surge com um novo trabalho. Estamos no ano de 1991 e o álbum em questão é o “V” (cinco), nome muito simples para letras tão complexas e misteriosas. Muitos dizem que Renato usa referências à temas que gostava: Idade Média e Maçonaria. Bem, são músicas do álbum: “a montanha mágica”, “a ordem dos Templários”, “metal contra as nuvens”, “teatro dos vampiros”, “vento no litoral” entre outras.
No ano seguinte apenas o lançamento do trabalho duplo intitulado “músicas para acampamentos” com várias gravações de estúdio e shows feitos pela banda. Destaque para a música “o senhor da guerra”.
Em 1993, depois de alguns problemas com álcool e drogas, o líder da banda volta a gravar e a banda faz um dos seus melhores trabalhos, talvez o melhor. “o descobrimento do Brasil” traz músicas com letras reflexivas como “só por hoje”, “hoje não dá”, “um dia perfeito” e “vinte e nove” e nostálgicas como “Love in the afternoon” e “giz”. A capa do disco traz a impressão de mistério e segredo.
Em 1996, a legião urbana entra em estúdio para gravar o ultimo trabalho intitulado “a tempestade” ou “o livro dos dias”. Um disco bastante carregado com clima tenso, pois nesse momento o líder já se encontrava bastante debilitado devido a problemas recorrentes do vírus HIV. “Uma verdadeira tradução do estado emocional de Renato Russo. Um adeus sombrio e amargurado”. Curiosamente esse foi um único disco em que a banda não escreveu a frase latina Urban Legio omnia Vince (legião Urbana vence todas as coisas) frase criada por Renato fazendo referência ao Império Romano. Em vez disso os dizeres do escritor brasileiro Oswald de Andrade “O Brasil é uma república federativa cheia de árvores e gente dizendo adeus”. Uma verdadeira despedida.
Não há dúvidas que a banda marcou a história desse país. Depois da morte de Renato Russo os outros membros anunciaram o fim da Legião Urbana e nos anos de 1997, 1998 e 1999 foram lançados os discos “uma outra estação” com várias músicas que não entraram na “tempestade”; “mais do mesmo”; uma coletânea e “acústico MTV” respectivamente.
Ps. Artigo dedicado a todos os amantes de uma boa música.

Pagina de origem: http://mochileiro-das-galaxias.blogspot.com/2011/07/legiao-urbana-um-grito-de-liberdade.html



domingo, 28 de agosto de 2011

Aquilo que não te Destrói, Te Fortalece!!!


Parabéns a NOVA GERAÇÃO!

CONFERÊNCIA MUNICIPAL DO PCDOB REAFIRMA UMA CANDIDATURA DA NOVA GERAÇÃO NAS ELEIÇÕES MUNICIPAIS DE 2012


Ontem, 27 de agosto - o Partido Comunista do Brasil PCdoB / Apodi realizou sua Conferência Municipal. Todos que vivenciam política partidária sabem que uma conferência de partido tem o objetivo de marcar sua presença como legenda apta a participar dos pleitos que se avizinham. 

O PCdoB de Apodi demonstrou ontem, a exemplo do que realizou nas eleições de 2008, que mais uma vez está construindo os caminhos para a disputa municipal de 2012.


Respeitando e recebendo o respeito dos que não fazendo parte do Partido nem do Grupo Político da Nova Geração sabem que o PCdoB de Apodi contribui positivamente na democratização de nossa cidade.


As presenças de Jr Carlos (PSB) - Batista Caicó (DEM), Augostinho Pinto (PMDB) - Berg Morais (PV) e Fanfanta Duarte (PRB) engrandeceram a conferência do PCdoB. A presença desses agentes da polítca de nossa cidade mostra o quanto é positivo o diálogo democrático e respeitoso entre os que fazem e querem fazer o poder político de uma cidade. 


Câmara Muncipal de Apodi fica lotada de populares para prestigiar a Conferência Municipal do PCdoB. 

DOMÍNIO PÚBLICO Biblioteca digital 305 livros grátis


"Livros não mudam o mundo. Quem muda o mundo são as pessoas. Os livros só mudam as pessoas."
                                            Mario Quintana.
É só clicar no título para  ler ou imprimir.
1. A Divina Comédia -Dante Alighieri
2. A Comédia dos Erros -William Shakespeare
3. Poemas de Fernando Pessoa -Fernando Pessoa
4. Dom Casmurro -Machado de Assis
5. Cancioneiro -Fernando Pessoa
6. Romeu e Julieta -William Shakespeare
7. A Cartomante -Machado de Assis
8. Mensagem -Fernando Pessoa
9. A Carteira -Machado de Assis
10. A Megera Domada -William Shakespeare
12. Sonho de Uma Noite de Verão -William Shakespeare
14. Dom Casmurro -Machado de Assis
15. Do Livro do Desassossego -Fernando Pessoa
16. Poesias Inéditas -Fernando Pessoa
17. Tudo Bem Quando Termina Bem -William Shakespeare
18. A Carta -Pero Vaz de Caminha
19. A Igreja do Diabo -Machado de Assis
20. Macbeth -William Shakespeare
22. A Tempestade -William Shakespeare
23. O pastor amoroso -Fernando Pessoa
24. A Cidade e as Serras -José Maria Eça de Queirós
25. Livro do Desassossego -Fernando Pessoa
26. A Carta de Pero Vaz de Caminha -Pero Vaz de Caminha
27. O Guardador de Rebanhos -Fernando Pessoa
28. O Mercador de Veneza -William Shakespeare
29. A Esfinge sem Segredo -Oscar Wilde
30. Trabalhos de Amor Perdidos -William Shakespeare
32. A Mão e a Luva -Machado de Assis
33. Arte Poética -Aristóteles
34. Conto de Inverno -William Shakespeare
35. Otelo, O Mouro de Veneza -William Shakespeare
36. Antônio e Cleópatra -William Shakespeare
37. Os Lusíadas -Luís Vaz de Camões
38. A Metamorfose -Franz Kafka
39. A Cartomante -Machado de Assis
40. Rei Lear -William Shakespeare
41. A Causa Secreta -Machado de Assis
42. Poemas Traduzidos -Fernando Pessoa
43. Muito Barulho Por Nada -William Shakespeare
44. Júlio César -William Shakespeare
46. Poemas de Álvaro de Campos -Fernando Pessoa
47. Cancioneiro -Fernando Pessoa
49. A Ela -Machado de Assis
50. O Banqueiro Anarquista -Fernando Pessoa
51. Dom Casmurro -Machado de Assis
52. A Dama das Camélias -Alexandre Dumas Filho
53. Poemas de Álvaro de Campos -Fernando Pessoa
54. Adão e Eva -Machado de Assis
55. A Moreninha -Joaquim Manuel de Macedo
56. A Chinela Turca -Machado de Assis
57. As Alegres Senhoras de Windsor -William Shakespeare
58. Poemas Selecionados -Florbela Espanca
59. As Vítimas-Algozes -Joaquim Manuel de Macedo
60. Iracema -José de Alencar
61. A Mão e a Luva -Machado de Assis
62. Ricardo III -William Shakespeare
63. O Alienista -Machado de Assis
64. Poemas Inconjuntos -Fernando Pessoa
66. A Carteira -Machado de Assis
67. Primeiro Fausto -Fernando Pessoa
68. Senhora -José de Alencar
69. A Escrava Isaura -Bernardo Guimarães
71. A Mensageira das Violetas -Florbela Espanca
72. Sonetos -Luís Vaz de Camões
73. Eu e Outras Poesias -Augusto dos Anjos
74. Fausto -Johann Wolfgang von Goethe
75. Iracema -José de Alencar
76. Poemas de Ricardo Reis -Fernando Pessoa
77. Os Maias -José Maria Eça de Queirós
78. O Guarani -José de Alencar
79. A Mulher de Preto -Machado de Assis
80. A Desobediência Civil -Henry David Thoreau
82. A Pianista -Machado de Assis
83. Poemas em Inglês -Fernando Pessoa
84. A Igreja do Diabo -Machado de Assis
85. A Herança -Machado de Assis
86. A chave -Machado de Assis
87. Eu -Augusto dos Anjos
88. As Primaveras -Casimiro de Abreu
89. A Desejada das Gentes -Machado de Assis
90. Poemas de Ricardo Reis -Fernando Pessoa
91. Quincas Borba -Machado de Assis
92. A Segunda Vida -Machado de Assis
93. Os Sertões -Euclides da Cunha
94. Poemas de Álvaro de Campos -Fernando Pessoa
95. O Alienista -Machado de Assis
96. Don Quixote. Vol. 1 -Miguel de Cervantes Saavedra
97. Medida Por Medida -William Shakespeare
98. Os Dois Cavalheiros de Verona -William Shakespeare
99. A Alma do Lázaro -José de Alencar
100.A Vida Eterna -Machado de Assis
101.A Causa Secreta -Machado de Assis
102.14 de Julho na Roça -Raul Pompéia
103.Divina Comedia -Dante Alighieri
104.O Crime do Padre Amaro -José Maria Eça de Queirós
105.Coriolano -William Shakespeare
106.Astúcias de Marido -Machado de Assis
107.Senhora -José de Alencar
109.Noite na Taverna -Manuel Antônio Álvares de Azevedo
111.A 'Não-me-toques' ! -Artur Azevedo
112.Os Maias -José Maria Eça de Queirós
113.Obras Seletas -Rui Barbosa
114.A Mão e a Luva -Machado de Assis
115.Amor de Perdição -Camilo Castelo Branco
116.Aurora sem Dia -Machado de Assis
117.Édipo-Rei -Sófocles
118.O Abolicionismo -Joaquim Nabuco
119.Pai Contra Mãe -Machado de Assis
120.O Cortiço -Aluísio de Azevedo
121.Tito Andrônico -William Shakespeare
122.Adão e Eva -Machado de Assis
123.Os Sertões -Euclides da Cunha
124.Esaú e Jacó -Machado de Assis
125.Don Quixote -Miguel de Cervantes
126.Camões -Joaquim Nabuco
127.Antes que Cases -Machado de Assis
128.A melhor das noivas -Machado de Assis
129.Livro de Mágoas -Florbela Espanca
130.O Cortiço -Aluísio de Azevedo
131.A Relíquia -José Maria Eça de Queirós
132.Helena -Machado de Assis
133.Contos -José Maria Eça de Queirós
134.A Sereníssima República -Machado de Assis
135.Iliada -Homero
136.Amor de Perdição -Camilo Castelo Branco
137.A Brasileira de Prazins -Camilo Castelo Branco
138.Os Lusíadas -Luís Vaz de Camões
139.Sonetos e Outros Poemas -Manuel Maria de Barbosa du Bocage
141.Anedota Pecuniária -Machado de Assis
142.A Carne -Júlio Ribeiro
143.O Primo Basílio -José Maria Eça de Queirós
144.Don Quijote -Miguel de Cervantes
146.A Semana -Machado de Assis
147.A viúva Sobral -Machado de Assis
149.O Navio Negreiro -Antônio Frederico de Castro Alves
150.Catálogo de Publicações da Biblioteca Nacional -Fundação Biblioteca Nacional
151.Papéis Avulsos -Machado de Assis
152.Eterna Mágoa -Augusto dos Anjos
153.Cartas D'Amor -José Maria Eça de Queirós
154.O Crime do Padre Amaro -José Maria Eça de Queirós
155.Anedota do Cabriolet -Machado de Assis
156.Canção do Exílio -Antônio Gonçalves Dias
157.A Desejada das Gentes -Machado de Assis
158.A Dama das Camélias -Alexandre Dumas Filho
159.Don Quixote. Vol. 2 -Miguel de Cervantes Saavedra
160.Almas Agradecidas -Machado de Assis
161.Cartas D'Amor - O Efêmero Feminino -José Maria Eça de Queirós
162.Contos Fluminenses -Machado de Assis
163.Odisséia -Homero
164.Quincas Borba -Machado de Assis
165.A Mulher de Preto -Machado de Assis
166.Balas de Estalo -Machado de Assis
167.A Senhora do Galvão -Machado de Assis
168.O Primo Basílio -José Maria Eça de Queirós
169.A Inglezinha Barcelos -Machado de Assis
171.CHARNECA EM FLOR -Florbela Espanca
172.Cinco Minutos -José de Alencar
173.Memórias de um Sargento de Milícias -Manuel Antônio de Almeida
174.Lucíola -José de Alencar
175.A Parasita Azul -Machado de Assis
176.A Viuvinha -José de Alencar
177.Utopia -Thomas Morus
178.Missa do Galo -Machado de Assis
179.Espumas Flutuantes -Antônio Frederico de Castro Alves
181.Hamlet -William Shakespeare
182.A Ama-Seca -Artur Azevedo
183.O Espelho -Machado de Assis
184.Helena -Machado de Assis
185.As Academias de Sião -Machado de Assis
186.A Carne -Júlio Ribeiro
187.A Ilustre Casa de Ramires -José Maria Eça de Queirós
188.Como e Por Que Sou Romancista -José de Alencar
189.Antes da Missa -Machado de Assis
191.A Carta -Pero Vaz de Caminha
192.LIVRO DE SÓROR SAUDADE -Florbela Espanca
193.A mulher Pálida -Machado de Assis
194.Americanas -Machado de Assis
195.Cândido -Voltaire
196.Viagens de Gulliver -Jonathan Swift
198.Conto de Escola -Machado de Assis
199.Redondilhas -Luís Vaz de Camões
200.Iluminuras -Arthur Rimbaud
201.Schopenhauer -Thomas Mann
202.Carolina -Casimiro de Abreu
203.A esfinge sem segredo -Oscar Wilde
204.Carta de Pero Vaz de Caminha. -Pero Vaz de Caminha
205.Memorial de Aires -Machado de Assis
206.Triste Fim de Policarpo Quaresma -Afonso Henriques de Lima Barreto
207.A última receita -Machado de Assis
208.7 Canções -Salomão Rovedo
209.Antologia -Antero de Quental
210.O Alienista -Machado de Assis
211.Outras Poesias -Augusto dos Anjos
212.Alma Inquieta -Olavo Bilac
213.A Dança dos Ossos -Bernardo Guimarães
214.A Semana -Machado de Assis
215.Diário Íntimo -Afonso Henriques de Lima Barreto
216.A Casadinha de Fresco -Artur Azevedo
217.Esaú e Jacó -Machado de Assis
218.Canções e Elegias -Luís Vaz de Camões
219.História da Literatura Brasileira -José Veríssimo Dias de Matos
220.A mágoa do Infeliz Cosme -Machado de Assis
221.Seleção de Obras Poéticas -Gregório de Matos
222.Contos de Lima Barreto -Afonso Henriques de Lima Barreto
223.Farsa de Inês Pereira -Gil Vicente
224.A Condessa Vésper -Aluísio de Azevedo
225.Confissões de uma Viúva -Machado de Assis
226.As Bodas de Luís Duarte -Machado de Assis
227.O LIVRO D'ELE -Florbela Espanca
228.O Navio Negreiro -Antônio Frederico de Castro Alves
229.A Moreninha -Joaquim Manuel de Macedo
230.Lira dos Vinte Anos -Manuel Antônio Álvares de Azevedo
231.A Orgia dos Duendes -Bernardo Guimarães
232.Kamasutra -Mallanâga Vâtsyâyana
233.Triste Fim de Policarpo Quaresma -Afonso Henriques de Lima Barreto
234.A Bela Madame Vargas -João do Rio
235.Uma Estação no Inferno -Arthur Rimbaud
236.Cinco Mulheres -Machado de Assis
237.A Confissão de Lúcio -Mário de Sá-Carneiro
238.O Cortiço -Aluísio Azevedo
239.RELIQUIAE -Florbela Espanca
240.Minha formação -Joaquim Nabuco
241.A Conselho do Marido -Artur Azevedo
242.Auto da Alma -Gil Vicente
243.345 -Artur Azevedo
244.O Dicionário -Machado de Assis
245.Contos Gauchescos -João Simões Lopes Neto
246.A idéia do Ezequiel Maia -Machado de Assis
247.AMOR COM AMOR SE PAGA -França Júnior
248.Cinco minutos -José de Alencar
249.Lucíola -José de Alencar
250.Aos Vinte Anos -Aluísio de Azevedo
251.A Poesia Interminável -João da Cruz e Sousa
253.O Ateneu -Raul Pompéia
254.O Homem que Sabia Javanês e Outros Contos -Afonso Henriques de Lima Barreto
255.Ayres e Vergueiro -Machado de Assis
256.A Campanha Abolicionista -José Carlos do Patrocínio
257.Noite de Almirante -Machado de Assis
258.O Sertanejo -José de Alencar
259.A Conquista -Coelho Neto
260.Casa Velha -Machado de Assis
261.O Enfermeiro -Machado de Assis
262.O Livro de Cesário Verde -José Joaquim Cesário Verde
263.Casa de Pensão -Aluísio de Azevedo
264.A Luneta Mágica -Joaquim Manuel de Macedo
265.Poemas -Safo
266.A Viuvinha -José de Alencar
267.Coisas que Só Eu Sei -Camilo Castelo Branco
268.Contos para Velhos -Olavo Bilac
269.Ulysses -James Joyce
270.13 Oktobro 1582 -Luiz Ferreira Portella Filho
271.Cícero -Plutarco
272.Espumas Flutuantes -Antônio Frederico de Castro Alves
274.As Religiões no Rio -João do Rio
275.Várias Histórias -Machado de Assis
276.A Arrábida -Vania Ribas Ulbricht
277.Bons Dias -Machado de Assis
278.O Elixir da Longa Vida -Honoré de Balzac
279.A Capital Federal -Artur Azevedo
280.A Escrava Isaura -Bernardo Guimarães
281.As Forças Caudinas -Machado de Assis
282.Coração, Cabeça e Estômago -Camilo Castelo Branco
283.Balas de Estalo -Machado de Assis
284.AS VIAGENS -Olavo Bilac
285.Antigonas -Sofócles
286.A Dívida -Artur Azevedo
287.Sermão da Sexagésima -Pe. Antônio Vieira
288.Uns Braços -Machado de Assis
289.Ubirajara -José de Alencar
290.Poética -Aristóteles
291.Bom Crioulo -Adolfo Ferreira Caminha
292.A Cruz Mutilada -Vania Ribas Ulbricht
293.Antes da Rocha Tapéia -Machado de Assis
294.Poemas Irônicos, Venenosos e Sarcásticos -Manuel Antônio Álvares de Azevedo
295.Histórias da Meia-Noite -Machado de Assis
296.Via-Láctea -Olavo Bilac
297.O Mulato -Aluísio de Azevedo
298.O Primo Basílio -José Maria Eça de Queirós
299.Os Escravos -Antônio Frederico de Castro Alves
300.A Pata da Gazela -José de Alencar
301.BRÁS, BEXIGA E BARRA FUNDA -Alcântara Machado
302.Vozes d'África -Antônio Frederico de Castro Alves
303.Memórias de um Sargento de Milícias -Manuel Antônio de Almeida
304.O que é o Casamento? -José de Alencar
305.A Harpa do Crente -Vania Ribas Ulbrich