Apodi RN

Loading...

quinta-feira, 24 de março de 2011

INTERPRETAÇÕES DO COMPORTAMENTO HUMANO

Padrões Comportamentais

De acordo com especialistas, o comportamento humano apresenta um grande variedade de nuances, que não podem servir de regras para todas as outras pessoas. Atitudes como arrogância em alguns indivíduos, por exemplo, podem ocultar um tímido, ou uma pessoa altruísta pode ser na verdade extremamente vaidosa. Alguns padrões comportamentais, no entanto, podem ser detectados, de acordo com profissionais especializados em emoções humanas.

Pessoas Arrogantes

Indivíduos muito arrogantes, que não costumam olhar para as outras pessoas nos olhos, e ficam entendiados facilmente quando uma conversa não os interessa, ou quando em locais com muitas pessoas, eles não interagem com os outros, ficando indiferente ao ambiente em que se encontra, preferindo ficar às vêzes conversando ao celular. Segundo psicólogos especialistas em comunicação não-verbal, esse tipo de indivíduo, que parece ser muito arrogante, pode ser na verdade, uma pessoa extremamente tímida, pois a timidez pode fazer com ela demonstre orgulho, já que prefere não se destacar, o que parece que ela não dá importância ou nâo quer se misturar com os outros.

Pessoas Que Sempre São Engraçadas

Os indivíduos que tentam ser engraçados o tempo todo, sendo frequentadores assíduos de bares, ou ainda presentes nas universidades ou no trabalho, são pessoas que não se importam se o momento é adequado, mas estão sempre se esforçando para que os demais riam e os achem engraçados, chegando ao extremo, às vêzes de exporem a intimidade de outras pessoas. Segundo alguns psicólogos, esse tipo de indivíduo apesar de parecer que estão sempre bem-humorados, podem na realidade, serem pessoas bastante inseguras, que necessitam que os outros os aprove através de brincadeiras,pois acham que não serão aceitos naturalmente. Geralmente acham que não tem atributos físicos, e tentam chamar atenção para si, compensando com o seu jeito engraçado.

Pessoas Preocupadas com Opiniões Alheias

Normalmente, essas pessoas são consideradas inseguras por parte das demais, pois vivem perguntando a todos o que devem fazer. A preocupação com a aparência também é comum, por isso estão sempre com roupas da moda, copiando o mesmo estilo que os outros usam. Segundo psicólogos a falta de uma crítica interior, pode ser a causa desse comportamento. De algum modo, esses indivíduos podem ter aprendido em um momento, que não eram bons, bonitos ou honestos o bastante, por isso precisam da aprovação externa constantemente, para tentarem superar esse problema.

Pessoas Que Querem Agradar Sempre

Sâo indivíduos com quem as pessoas podem contar com eles para tudo, pois estão sempre solícitos, ajudando a todos, desde cuidando do jardim ou do animal de estimação do vizinho, ou qualquer coisa por mais inusitada que os outros precisarem. De acordo com os especialistas, às vêzes, o excesso de altruísmo, pode ocultar na verdade, uma personalidade extremamente vaidosa. Na realidade não são pessoas generosas, apesar de aparentarem serem boas e honestas, podem esconder uma personalidade narcisista, achando que serão adoradas e amadas por todos. Esses são só alguns exemplos, do que os comportamentos podem dizer das pessoas. Posteriormente, outras atitudes serão analisadas.

Interpretações do Comportamento Humano II

A variedade de repostas que os indivíduos podem dar em diferentes situações, e suas atitudes no meio social em que vivem, servem de trabalho para vários profissionais especializados na área de comportamento humano, alguns são analisados, de acordo com o perfil cada pessoa.

Pessoas Egoístas

As pessas que são consideradas egoístas, são aquelas que achm que cada um deve fazer por si. Em geral, pensam somente no seu bem-estar, não abrindo mão de seus desejos,e não costumam dividir nada com os outros, além de apresentarem ciúme excessivo de todos que estão ao seu redor. Segundo especialistas, tal comportamento pode ser explicado por uma autocrítica muito forte, além do medo que esses indivíduos tem em se parecerem ingênuos perante a sociedade, e principalmente em seus relacionamentos, exagerando por isso, na autoproteção e tornando-se pessoas egoístas.

Indivíduos Perfeccionistas

São pessoas cuja residência é um local muito arrumado, com nada fora do lugar, e também no ambiente de trabalho, tudo tem de estar organizado e limpo. Em geral, elas são bem exigentes com todos ao seu redor, e se forem chefes adotam o mesmo comportamento com subordinados. Segundo psicólogos, há muita chance dessa pessoa ter um problema emocional, pois os indivíduos costumam projetar tudo o que guardam dentro de si. Essa pessoa fantasia a possibilidade do controle absoluto de tudo e todos, e quando alguma coisa dá errado em sua vida, ela exterioza, achando que se arumar tudo ao seu redor, tudo estará ajeitada ou resolvido em seu interior.

Pessoas Mal-Agradecidas

Sâo pessoas que por mais que os outros façam por elas, nunca recebem uma palavra de agradecimento. Por exemplo, se alguém arruma um novo emprego ou apresenta um possivel namorado para ela ou ele, ou ainda emprestam alguma quantia em dinheiro, não recebem um simples obrigada. Segundo especialistas, pode parecer falta de educação ou maldade, mas o problema vai mais além. O que pode explicar esse tipo de comportamento é o orgulho, pois algumas pessoas sentem-se diminuídas perante às outras, quando necessitam pedir perdão ou fazerem um simples agradecimento, pois se fizerem isso, significa que cometeram algum erro ou estão precisando de ajuda, sendo essa situação, para elas, um sinal de fraqueza por um erro que cometeram.

Indivíduos Que Sempre Dão a Última Palavra

Geralmente são pessoas que em uma discussão, costumam dar a palavra definitiva, não aceitando argumentos dos interlocutores. Normalmente inciam o tema da conversa, e o dão por terminado quando acham conveniente. De acordo com profissionais, essas pessoas teimosas tendem a ser inseguras e controladoras, desse modo optam pela imposição de suas idéias, ao invés de discutí-las, pois precisam sempre ter razão sobre todos os assuntos. Essa situação lhes dá segurança, pois quando impõem um assunto, elas terão sempre razão, pois a idéia iniclal foi delas, e portanto elas sempre ficarão com a última palavra. Esse tipo de comportamento demonstra que são pessoas extremamente inseguras.

Pessoas Que Ficam Ligadas à Relacionamentos Passados

São indivíduos que mesmo após o fim de um relacionamento amoroso, quando a relação afetiva já chegou ao fim, continuam querendo saber tudo sobre a vida do ex companheiro/a. Para isso chegam ao extremo de usarem a internet para verificar através das redes sociais,conseguem descobrir algo, além de perguntar aos amigos em comum, e em casos mais sérios, a pessoa pergunta diretamente ao outro, o que tem feito de sua vida após a separação. Para especialistas, esse tipo de situação ocorre, quando as pessoas depositam em uma relação, amor e afeto pelo outro, e quando há a separação,elas querem saber o que foi feito com todo amor que deram ao outro, pois quando o namorado/a vai embora, elas não sabem mais para quem dar seu amor, isso gera como consequência uma sensação de vazio interior, e uma curiosidade para saber sobre onde foi parar o amor que antes existia.

Indivíduos Que Querem Saber o Passado do Companheiro/a

Há pessoas que ao iniciarem um relacionamento amoroso, costumam querer saber tudo que o companheiro/a fizeram no passado, fazendo vários questionamentos e comparações, além de fazerem perguntas íntimas, importunando seus parceiros até que eles contem tudo nos mínimos detalhes. Segundo psicólogos, esse fato pode ser explicado, pela imaginação que a pessoa tem de um amor exclusivo, somente para ela, tendo a ilusão que ela precisa ser o único amor da vida do outro. Para essas pessoas, é muito difícil suportarem a idéia que o namorado/a teve outros relacionamentos afetivos antes delas, mesmo que sejam relações que já não fazem mais parte da vida do atual companheiro/a.

Pessoas que Explicam Demais Sua Personalidade

Normalmente, as pessoas que costumam ficar explicando demais como são, bastando para isso, somente alguns instantes quando conhecem uma nova pessoa, para começarem a explicar que são desse ou daquele modo, e que não gostam de determinadas coisas ou situações, explicando suas próprias personalidades.
Segundo especialistas, essas atitudes, em geral, demonstram uma pessoa com personalidade insegura e muito ansiosa, pois o fato do execesso de explicações demonstram que elas não tem paciência de esperar a construção natural de seus relacionamentos, precisando por isso, anteciparem-se aos acontecimentos. Também há o fator da autoproteção, onde a pessoa ergue uma barreira sobre si mesma, já contando todos seus sentimentos, na esperança de aceitação dos outros.

Indivíduos que Sempre Contam Histórias Melhores

Essas pessoas, em geral não costumam esperar que os outros terminem de contar sua histórias, para logo iniciarem as suas, que são sempre sensacionais e arrasadoras, já que o que lhes acontece é sempre de uma maneira fantástica ou mais intensa do que com os outros. De acordo com profissionais, elas são boas contadoras de casos, mas esse tipo de comportamento denota um complexo de inferioridade muito grande, pois para elas se sentirem amadas, precisam sempre mostrarem-se melhores que os outros, precisando aparentarem o tempo todo que são perfeitas, para todos em sua volta.

Pessoas que Estão Sempre Sentindo-se Culpadas

Há indivíduos que se acham culpados de tudo o que acontece de errado, dos problemas dos outros, além disso acham que nada dá certo para eles. De acordo com especialistas,uma explicação pode ser a mania de perseguição que a pessoas tem ou a vitimação egocêntrica.
A primeira acontece quando há uma manipulação das visões sobre o mundo que as rodeiam, fazendo-as acreditarem que o universo conspira contra elas. A segunda ocorre segundo profissionais, quando as pessoas, se vitimam por não acreditarem que possuem aspectos positivos, pois não receberam nenhum reforço positivo sobre si mesma, começando então, a se autocriticarem, considerando-se inferior aos outros.

Indivíduos que falam Mal dos Outros

Essas pessoas no ambiente profissional, costumam falar mal dos companheiros de trabalho, da chefia, dos seguranças, enfim de qualquer funcionário que tiver a oportunidade de comentar os erros. Já na vida pessoal, elas criticam seus filhos, maridos, amigas, enfim todos que estão ao seu redor.
Segundo especialistas, quando essa situação ocorre, com pessoas falando sempre mal da vida alheia o tempo todo, é um sinal que ela é invejosa. No entanto, quando é sobre algum outro assunto, ela pode apresentar algum medo do reconhecimento das características que não gosta nela, pela projeção que é feita nos outros, onde frequentemente percebe seus próprios defeitos em terceiros, o que a incomodam profundamente.

Pessoas que Jogam Charme para Todos

Esse tipo de pessoa faz um jogo de sedução com a outra, dando a entender que está a fim de iniciar um relacionamento afetivo, mas quando o outro demonstra um interesse em começar a relação, elas despistam e não os procuram mais.
Especialistas em Psicologia, revelam que esse tipo de comportamento é típico em pessoa considerada sedutora compulsiva, ou seja, ela seduz sem parar, mas sem dar continuidade,e quando conquista o objeto de seu desejo,não o quer mais, demonstrando um lado emocional bem infantil. São pessoas que como crianças, gostam de chamar atenção para si, mas não conseguem dar nada em troca, pois só querem ser amadas, porém não conseguem amar ou ter um relacionamento amoroso estável.
Esse comportamentos analisados, são os mais comuns apresentados. No entanto pela complexidade emocional dos seres humanos, outros tantos podem ser descritos. Se as pessoas ao lerem o texto, se identicarem com algum dos tipos mencionados, uma boa sugestão é procurar um profissional especializado, no caso um psicólogo, para que seu comportamento usual, não chegue a causar-lhe problemas e dificuldades de relacionamento.

Os Profissionais que Lidam com Emoções Humanas

Os psicólogos estão sempre atentos às queixas dos pacientes, para através de suas atitudes, verificarem se há coerência entre o que é falado e os comportamentos apresentados pela pessoa.
Pela complexidade do comportamento humano, e suas interpretações, outras atitudes ainda serão abordadas.


Nenhum comentário: