Apodi RN

Loading...

domingo, 10 de março de 2013

CENTRO HISTÓRICO-CULTURAL TAPUIAS PAIACUS DA LAGOA DO APODI.


               As fotos abaixo foram tiradas em ocasião de uma pesquisa no Sitio São Francisco, às margens do Rio Apodi, no dia 04/03/2013, realizada por Lucia Tavares e o Sr. Tacílio Pereira Torres. Convém ressaltar que a pesquisa citada teve contribuições do Sr. Bráulio Ribeiro- empresário da ÁGUA MINERAL e alguns amigos que já se disponibilizaram a contribuir com o referido Centro.
                                        Naquela belíssima noite de 04 de Março, tivemos uma longa conversa com a Senhora Luzia Alves da Silva- descendente dos Tapuias Paiins, proprietária do local visitado.
                                        A senhora Luzia Alves nos contou que é Bisneta de Cicero Alves Maia, que morreu com 102 Anos. É neta de Raimundo Alves Maia que faleceu aos 84 anos e filha de Antônio Alves da Silva- ainda vivo, e que tem 86 anos. Confesso, que eu, Lucia Tavares fiquei deveras emocionada ao longo de toda aquela conversa. E pensei: ” Nós temos uma história  viva, e pouco, ou quase nada, foi feito para resgatar e preservar a história, da  qual, nossos Tapuias foram protagonistas.”

Pesquisadora Lúcia Tavares
Pesquisadores: Lúcia Tavares e Tacílio Torres
À esquerda- Lucia Tavares e À direita, Luzia Alves da Silva- 
descendente dos Tapuias Paiins da Nação Tarairiu.

Lucia Tavares, ao perceber ações de vandalismo, 
conversou com os donos do local e pediu autorização para marcar  o mesmo.
Local marcado para futuras pesquisas
Depois de um cansativo dia de trabalho, um merecido descanso,
 um sono embalado pelo canto das aves noturnas e o cricrilar dos grilos.
Sepulturas indígenas dos Indios Tapuias Paiins, de estilo totalmente primitivo.
(Local  íngreme. Porém, mesmo assim, constatamos ações de vândalos que tentaram danificar o local)
Sepulturas indígenas dos Indios Tapuias Paiins, de estilo totalmente primitivo.
 Ruinas de uma casa primitiva
 Segundo Luzia, os Painéis, trabalhados em baixo relevo ali existentes, foram obra dos seus antepassados- os Tapuias Paiins, da Nação Tarairiú.
Veja as fotos:
Percebem-se pinturas indígenas dos Paiins, mas,
 infelizmente, ações de vandalismo.
Nessa foto, além do trabalho em baixo relevo, feito pelos indígenas, 
percebe-se claramente a ação de vandalismo- o que não deve acontecer,
 pois o local tem dono- como já foi mencionado.
Artefatos neolíticos fabricados pelos Tapuias Paiins,
 encontrados na pesquisa do dia 04 de Março de 2013.
                        Nossos agradecimentos a Senhora Luzia Alves da Silva e seu esposo Francisco Pinheiro de Morais, por sua hospitalidade e informações prestadas.             
Observação: Para desenvolver esse tipo de trabalho- resgate da história de um povo- nosso povo, cujo sangue, corre em nossas veias, ainda não temos contado com o apoio do poder público. Somos uma sociedade Organizada, que pretende também contribuir para o resgate, preservação da história e cultura dos nossos antepassados.
                        - Cada peça, cada objeto encontrado, cujos mesmos pertenceram aos nossos Tapuias, parece clamar e dizer: “Ei, estivemos aqui, fizemos história, contra fatos, não há argumentos, tentaram nos dizimar - e o fizeram de certa forma, mas, nossos descendentes estão aí. Nossa história não morreu.”

Assina: Lucia Maria Tavares.

Um comentário:

aucides sales disse...

maitei tapuia
muito bem pessoal!!!! é assim que se faz